O SELO DE 100 RÉIS DA MADRUGADA


Como diferenciar os selos de 100 réis da emissão postal Madrugada Republicana.

Graças à ajuda do experiente filatelista Márcio Hamilton Protzner de Oliveira foi possível apresentar de forma clara a difícil classificação destes fascinantes selos postais.

A ele o nosso agradecimento especial. Obrigado

Ler mais

A MAGIA DA FILATELIA - artigo 12


RESULTADO DO DESAFIO DOS PARES DE 60 RÉIS OLHOS DE BOI

Ler mais

PIONEIROS DA FILATELIA


PODE-SE TAMBÉM MONTAR UM COLEÇÃO MODESTA PARA PARTICIPAR DE EXPOSIÇÕES.

A COLEÇÃO APRESENTADA AQUI É UM EXEMPLO DISSO - COLEÇÃO "PIONEIROS DA FILATELIA".

REPARE NA ÚLTIMA PÁGINA. UMA CARTA DE PRISIONEIRO DE GUERRA PEDINDO SELOS PARA RHM E UMA CARTA PARA O MEU AVÔ PELO ZEPPELIN.

Ler mais

A COLEÇÃO VIDA & MORTE NA FAMILIA BRAGANÇA


A COLEÇÃO VIDA & MORTE NA FAMILIA BRAGANÇA

O Duque de Bragança foi aclamado Rei de Portugal com o título de Dom João IV. Este assumiu o trono no dia 1 de dezembro de 1640 em Lisboa.

Selo comemorativo rhm:c0162 Juramento a Dom João IV

Tem início a dinastia de Bragança que durou de 1640 até 1889 (no Brasil) e até 1910 em Portugal.

Reza a lenda que Dom João IV teria negado uma esmola a um religioso que teria proclamado que nenhum filho do sexo masculino, denominado “PRÍNCIPE DA BEIRA” iria ser coroado Rei de Portugal.

ESTA É A CHAMADA “MALDIÇÃO DOS BRAGANÇAS”.

A seguir mostramos um resumo desta triste sina da família Bragança.

Dom João IV - Príncipe da Beira Dom Teodósio - faleceu aos 19 anos em 15 de maio de 1653.

Dom Afonso VI - não teve filhos.

Dom Pedro II de Portugal - Príncipe da Beira João Carlos Francisco faleceu 18 dias após o nascimento.

Dom João V, segundo filho de Dom Pedro II - Príncipe da Beira Dom Pedro de Bragança faleceu com 2 anos.

O segundo filho de Dom João V, Dom José I só teve filhas. A primogênita foi D. Maria I, casada com o tio.

D. Maria I - Príncipe da Beira Dom José Francisco de Bragança que faleceu em 1788 aos 27 anos.

O sucessor foi Dom João VI - Príncipe da Beira Dom Francisco Antonio de Bragança que faleceu com 6 anos.

O quarto filho de Dom João VI foi o Imperador Dom Pedro I teve dois filhos, Príncipes da Beira.

Dom Miguel de Bragança que nasceu e morreu no dia 24 de abril de 1820 e Dom João Carlos de Bragança que nasceu em 6 de março de 1821 e faleceu no dia 4 de fevereiro de 1822.

O seu último filho de sexo masculino foi Dom Pedro II - Príncipe da Beira nasceu no dia 23 de fevereiro de 1845 e faleceu em 10 de junho de 1847. 

CAPÍTULO I - CELEBRANDO A VIDA - O NASCIMENTO DE PRÍNCIPES E PRINCESAS

CAPÍTULO II - A TRISTEZA E O LUTO

A SEGUIR APRESENTAMOS AS PÁGINAS DA COLEÇÃO

Ler mais

ARTIGO 06 - CRUZEIRO DO SUL – O SELO DE 100 RÉIS


Neste artigo apresentamos os tipos do selo de 100 réis CRUZEIRO, bem como mostramos o raro "ROSA PINK". No final fazemos uma comparação das cotações dos selos de 100 réis do Brasil Império (selos isolados novos e as quadras novas).

 

Ler mais

ARTIGO 05 – OS QUATRO CAVALEIROS DA SÉRIE NETINHA


Um dos maiores desafios da filatelia brasileira. Conseguir os quatro selos da Netinha, denominados aqui "OS QUATRO CAVALEIROS DA SÉRIE NETINHA".

Ler mais

ARTIGO 04 - O RARO ZEPPELIN Z-11 i


Este artigo foi escrito por Neil Montgomery, filatelista que adquiriu o selo Z-11 I sobre envelope. Trata-se de um TESOURO DO BAÚ. e mostra como ainda é possível descobrir peças extremamente interessantes após tantos anos.

Nós agradecemos ao filatelista Neil Montgomery por esta valiosa colaboração.

Ler mais

ARTIGO 03 – FILIGRANA “CASA + DA + MOEDA + DO + BRASIL”


Imagine abrir uma caixa e encontrar uma peça assim? Que espanto! Quanta alegria, pois eu não sabia que isso existia.

Ler mais

ARTIGO 02 - ACRÓSTICO


Neste setor dos artigos institucionais iremos mostrar peças descobertas nas caixas de charutos do filatelista RHM.

Ler mais

ARTIGO 01 - TRAÇOS NA COR DO SELO?


Neste setor dos artigos institucionais iremos mostrar peças descobertas nas caixas de charutos do filatelista RHM.

Leia e saiba quanta coisa nova e interessante a filatelia proporciona.

Ler mais

A MAGIA DA FILATELIA – artigo 10


A Lei Áurea foi assinada no dia 13 de maio de 1888 pela Princesa Isabel.

Como o Brasil ficou sabendo sobre a Lei nº 3353? Por que o Presidente da Província de Sergipe atrasou em quase um mês a mensagem sobre libertação dos escravos?

Quem redigiu a Lei Áurea?

No dia de hoje, 13 de maio de 2020, a Lei Áurea completa 132 anos. Foi o dia da libertação dos escravos em quase todo o Brasil. Dizemos quase, pois em 1884 os escravos haviam sido libertados no Amazonas e no Ceará. Isso eu também fiquei sabendo através de uma emissão postal.

Ler mais

A MAGIA DA FILATELIA - artigo 09


Na falta de selos postais era permitido cortar selos e enviar cartas?

Permitido não era, mas acontecia. Chegaram até a cortar em três partes. São os "bissetos" e "trissetos".

Isso aconteceu no Império. Na República também aconteceu?

Saiba mais lendo o artigo.

Ler mais

A MAGIA DA FILATELIA - artigo 08


HERÓI OU TRAIDOR

BENTO MANOEL RIBEIRO X BENTO GONÇALVES DA SILVA

Isso vai depender do narrador da história. Para alguns ele será traidor e para outros ele será herói.

De um lado Bento e do outro Bento. Quem será que é o traidor?

Ler mais

A MAGIA DA FILATELIA - artigo 07


XICA DA SILVA E O CONTRATADOR

Um caso de amor que gerou uma telenovela e um filme de sucesso. Imagine ter algum documento ou uma carta desta época?

Ler mais

A MAGIA DA FILATELIA - artigo 06


Neste artigo mostramos uma carta escrita pelo Príncipe Regente Dom João ao Bispo de Pernambuco concedendo perdão aos prisioneiros em 1799. Tudo indica que se trata dos revoltosos envolvidos na Conjuração baiana. Saiba mais lendo o artigo.

Ler mais

A MAGIA DA FILATELIA – artigo 05


Imagine um Padre realizando um banquete com CARNES na sexta-feira da paixão no ano de 1798 em Salvador na Bahia.

Será que ele foi castigado?

Quem descobriu esta sedição e quais interesses dos franceses neste evento?

Saiba mais lendo o artigo a seguir.

Esta é a Magia da Filatelia.

Ler mais

A MAGIA DA FILATELIA – artigo 04 b


Muitas vezes do lado externo a peça filatélica não é muito importante. A leitura, muitas vezes, é difícil. A letra, as abreviações e a falta de paciência para tentar conhecer o conteúdo.

Algumas vezes, lendo estas cartas, podemos imaginar como deve ter sofrido um prisioneiro portador de uma doença venérea e com pedras nos rins. Que sofrimento deveria ter sido a prisão com tanta dor.

Veja a seguir um caso assim de 1867.

Ler mais

A MAGIA DA FILATELIA – ARTIGO 04 a


SOMOS PRISIONEIROS OU INTERNOS?

Esta é a questão. Acredito que no final o resultado é o mesmo: FALTA DE LIBERDADE

Isso também já aconteceu aos nipo-americanos durante a segunda guerra mundial. Veja como eram os campos de concentração nos Estados Unidos e saiba como isso ficou registrado na filatelia (e sem hipocrisia).

Afinal de contas a filatelia tem mesmo QUASE TUDO.

Ler mais

A MAGIA DA FILATELIA – ARTIGO 03


OS TERREMOTOS E A FILATELIA

 

O resultado de uma súbita liberação de energia na crosta do planeta Terra, geralmente provocado por choque entre as placas tectônicas são os chamados terremotos ou sismos. Estes eventos também podem ser causados por testes nucleares, enchimento rápido do reservatório após a construção da barragem, atividades vulcânicas, deslizamentos de terra e explosões de minas.

 

Ler mais

A MAGIA DA FILATELIA - ARTIGO 02


VAMOS DESINFETAR?

Neste artigo queremos mostrar que na filatelia quase TODOS os assuntos são abordados. Um deles é o da desinfecção. De tempos em tempos a humanidade passa por momentos nos quais os micro-organismos mudam a vida das pessoas e por isso temos as desinfecções de cartas, pacotes e encomendas.

Lidar com o invisível é muito difícil e todo cuidado é pouco. Saiba mais a respeito sobre isso na Magia da Filatelia.

Ler mais